Paulinho Novaes




Sabe aquela velha máxima de que talento não tem idade? Pois é, ela se encaixa perfeitamente bem quando se trata de Paulo Dias Novaes Neto ou simplesmente Paulinho Novaes.

Aos 20 anos, esse paulistano - e corinthiano doente -  traz no sangue o talento musical presente em sua família. É neto de Maria Piedade (rainha do 4° Centenário da Rádio Nacional), filho de Ize Novaes (cantor e compositor), sobrinho de Juca Novaes (cantor, compositor e integrante dos Trovadores Urbanos), Maída Novaes (cantora e criadora dos Trovadores Urbanos) e Lucila Novaes (cantora e primeira pessoa a lhe ensinar violão). É também primo da multi talentosa Bruna Caram.

Soube, desde muito cedo, que a música seria o seu caminho para o resto da vida. Compõe desde os 11 anos, mas começou a cantar profissionalmente bem antes, aos 6, quando integrou o grupo Trovadores Mirins. Foi autodidata até iniciar seus estudos fora do país (no primeiro semestre de 2011) na escola de música Tom Lee em Vancouver, Canadá. Uma curiosidade desse período do intercâmbio: foi nessa viagem que ele compôs uma de suas melhores músicas, chamada ‘Esfera’ – um presente que ele mesmo se ‘deu’, uma vez que estava comemorando seu aniversário sozinho e num país distante. Também foi aluno do grande violonista Ulisses Rocha.

Paulinho não é somente um músico talentoso e intérprete afinado; destaca-se principalmente como compositor – não é exagero afirmar que ele figura como um dos grandes e fortes nomes da nova geração de compositores da MPB. Letras de extrema sensibilidade, singeleza e sabedoria são o seu ponte forte. Com canções simples, românticas, inspiradoras e positivas, Paulinho parece tocar a alma de cada uma das pessoas que lhe escutam. Consegue, com sua voz suave e interpretação brilhante e na medida certa, irradiar e transmitir luz, alegria, amor e paz – é mensageiro primoroso de bons sentimentos.

Não por acaso têm músicas gravadas por grandes nomes como Luiza Possi, Pedro Alterio e Bruno Piazza (no Projeto Música dos Dois), Bruna Caram, Juca Novaes, Lucila Novaes e Thaís Bonizzi e possui importantes parcerias com Pedro Alterio, João Guarizo, Bárbara Rodrix, Dani Black, Juca Novaes, Edu Santhana, Léo Bianchini, entre outros. Suas maiores influências musicais, além de seus contemporâneos, são o Clube da Esquina, Djavan, Lenine, Gilberto Gil e John Mayer.

Atualmente cursa Jornalismo na PUC. ‘É importante ter uma formação e acho jornalismo o melhor caminho para aquilo que eu considero mais importante nessa vida: o conhecimento’, diz. E quanto ao seu primeiro CD? Paulinho diz que está em fase de pré-produção (sendo gravado no estúdio Sollua, na Gargolândia) e deve ser lançado no primeiro semestre de 2014. Cabe a nós, admiradores da boa música, torcer para que o tempo passe depressa e que esse CD ‘floresça e espalhe gratidão por nossa esfera’.

E para fechar com chave de ouro, escolhi uma (entre tantas!) composições inspiradas e inspiradoras que Paulinho fez - dá pra ver todas elas (A gente chega lá, Esfera, Bem-Vindo, Venda Vã, Paz Interior, Pode Ser e todas as outras) no Youtube. A canção abaixo chama-se Renascer e traz uma mensagem positiva e atual para todos nós:




Assim é Paulinho: a perfeita combinação de talento nato, sensibilidade, delicadeza e emotividade.


por Bia Anchieta

Comentários