Álbum: Sol-te (Suricato)

Foto: Divulgação


Definir o som da banda Suricato, formada pelos cariocas Rodrigo Nogueira, Guilherme Schwab, Raphael Romano e Pompeo Pelosi é tarefa complicada. Lançado em outubro do ano passado pelo selo SLAP, "Sol-te" mistura folk, indie, rock - mas vai muito além disso. A combinação - harmoniosa e ao mesmo tempo ousada - de sons, instrumentos e melodias é o que, sem dúvida, chama a atenção e difere esse disco dos demais.

Produzido por Christiaan Oyens e gravado no famoso estúdio Toca do Bandido (no Rio de Janeiro, sendo mixado e masterizado em Nova York), "Sol-te" traz 12 canções, sendo todas elas de autoria de Rodrigo (sozinho ou em parcerias com Gui Schwab, Moska, Dudu Falcão e Diogo Gameiro). 

O amor, o cotidiano e suas relações são a temática primordial das canções - destaque para "Diante de qualquer nariz", "Do que não sei", "Eu não amo todo dia", "Todo amor", "Inseparáveis" e "Talvez". A faixa "Trem" (conhecida desde o reality Superstar, da Rede Globo) têm tocado direto tanto nas rádios cariocas quanto nas paulistas.


Se as letras bem escritas e os arranjos impecáveis já chamam a atenção, o destaque maior fica por conta dos muitos instrumentos usados na gravação do disco: guitarra, violão, ukulele, tambura, bumbo mala, viola caipira, didjeridoo, weissenborn, mandolin, gaita, baixo, bateria, percussão, violão de colo havaiano, harmonium, órgão, glockenspiel e lap steel. Achou muito? Espere até ouvir tudo isso junto no CD. A experiência é única e arrebatadora!


Curiosidade: A banda registrou uma espécie de "diário de gravação" do álbum, disponível no Youtube - basta acessar https://www.youtube.com/user/suricatooficial e conferir. É super bacana!





Por Bia Anchieta

Comentários